Vá para:

A greve em Vitória acabou, mas a luta continua

24/04/2018 por: Comunicação Sindiupes

O SINDIUPES informa à comunidade escolar que os/as trabalhadores/as em educação da Rede Municipal de Vitória decidiram encerrar a greve, após 30 dias de paralisação. A decisão foi aprovada em Assembleia Extraordinária, realizada nesta terça-feira (24), pela manhã, no Centro Sindical dos Bancários.

Em vez de diálogo e negociação com os/as trabalhadores/as, a Administração de Luciano Rezende optou pelo autoritarismo e constrangimento da categoria, autorizando corte de ponto e fazendo ameaça de demissões dos profissionais em greve.

Mais uma vez, o prefeito demonstrou total descaso com a Educação e desrespeito à Constituição Federal que, em seu artigo 9º,  estabelece a greve como um direito dos trabalhadores na luta por melhores salários e condições de trabalho. Assim como a Justiça, que decretou a ilegalidade da greve, sem nenhum diálogo, estabelecendo ao SINDIUPES uma multa inicial de R$ 4 mil reais/dia e depois elevada para R$ 40 mil reais/dia.

Perdas
Enfrentando perdas salariais há 4 anos, a categoria deflagrou a greve no dia 26 de março para exigir da Prefeitura o cumprimento do artigo 37, inciso X, da Constituição Federal que estabelece a revisão anual dos salários.

O movimento também reivindicava os investimentos necessários para garantir educação pública de qualidade aos mais de 35 mil alunos das escolas municipais.

Mobilização
Os/as trabalhadores/as da Rede Municipal de Vitória entendem que, diante do falso discurso de mudança e das promessas eleitoreiras, é preciso lutar – e muito! -, para que a Educação Pública seja realmente tratada com prioridade em Vitória.

Por isso, mesmo diante da intransigência do prefeito Luciano Rezende que levou ao encerramento da greve, a categoria não se intimidará e continuará mobilizada na luta em defesa de valorização profissional e por Educação Pública, Democrática e de Qualidade para todos.


Confira o Calendário de Lutas dos/as Trabalhadores/as da Rede Municipal de Vitória

 

1- Dia 25/04 (quarta-feira), às 19h: acompanhar a Prestação de Contas da Secretaria Municipal de Educação de Vitória (SEME), na Câmara Municipal de Vitória;

2- Dia 27/04 (sexta-feira): acompanhar os diretores de escola da Rede Municipal de Vitória na entrega das fichas de frequência na Seme (ainda não tem horário definido);

3- Dia 11/05: participar da próxima Assembleia, em horário e local a ser divulgado.

    



Notícias Relacionadas

Curta o Sindiupes no facebook
Receba nossas notícias
Enquete

Quem sofrerá com o ajuste fiscal do ilegítimo Temer?

Ver Resultados

Carregando ... Carregando ...